Barra
Assista ao Vídeo : O Vaticano já admite a comunicação com os Espíritos!    Clique em Textos, no Menu à Esquerda, e depois em Texto 3.
Barra



Rio de Janeiro,
  h.




                Não tenho a pretensão de convencer os que julgam esentenciam sem exame prévio, unicamente porque este assunto lhes fere o orgulho ou contraria seus interesses.

                Quem procura alicerçar a fé na razão, não se contenta com pregações de Pastores e Padres que, intimamente, podem estar movidos de boa-fé, mas, muitos deles desconhecem e até evitam o confronto com a palavra revestida com os fundamentos da lógica, pois tudo negam do alto do pedestal do seu orgulho e das suas idéias preconcebidas.

                Quão difícil ainda será a divulgação dos ensinamentos religiosos que se apoiam na Ciência, uma vez que o sacerdócio romano, de maneira orgulhosa e registrada em Jornais editados no fim do século XX, proclama-se o exclusivo representante do Divino Mestre, tentando, dessa forma, impedir o ensinamento da íntima realidade dos fatos.

                A vaidade e orgulho da Igreja Romana tiveram origem nas elucubrações teológicas dos santos padres que, nos Concílios remotos, desfiguravam a doutrina simples e pura do meigo Nazareno.


"Ainda não encontrara tão grande fé em Israel"


                Assim dizendo, Jesus assinalou que, filho de Deus é todo aquele que em Deus tem fé, seja judeu ou gentio. TER FÉ EM DEUS NÃO É PRIVILÉGIO DESTA OU DAQUELA RELIGIÃO, e seja quem for, Deus não o rejeitará, como faz a igreja romana com os que não se curvam à sua suposta autoridade clerical que, pretensiosamente, os declara "repelidos do Senhor".

                Os homens de outrora, como os de hoje, os escribas e os fariseus de agora negam tudo o que não compreendem e condenam o que os incomoda, ou lhes fere o orgulho. Jesus era acusado pelos seus contemporâneos de obrar por influência demoníaca. É precisamente o que diz o sacerdócio romano, diante dos fatos Espíritas. A resposta porém, deve ser a mesma que Jesus dava aos seus injuriadores :

"Nenhum reino que se divide contra si mesmo pode subsistir".


                Observa-se com frequência, em Templos e Igrejas, o argumento de que não devemos discutir a palavra de Deus, que é o símbolo da perfeição máxima. Sem dúvida, a palavra de Deus não deve ser questionada. Mas por acaso, os homens que a transmitem são tão perfeitos quanto Deus ? Seriam esses mesmos homens isentos de falhas ?

                Muitos equívocos da Igreja provêm das interpretações literais dadas às Santas Escrituras, interpretações que, se outrora puderam legitimar-se face ao grande atraso intelectual da humanidade, hoje constituem-se em uma das principais causas do número crescente de pessoas incrédulas, as quais assimilaram ensinamentos baseados na fé cega, ou seja, aquela fé em dogmas que não admitem contestação e que exigem a renúncia de uma das mais valiosas prerrogativas do homem : O raciocínio e o livre-arbítrio.

                Por outro lado, a Fé raciocinada, a que tem por base os fatos e a lógica, não deixa atrás de si nenhuma obscuridade, ou seja, cremos porque estamos certos, e assim podemos compreender. Eis porque a Fé raciocinada não se dobra : Ela pode encarar a razão face a face, em todas as épocas da Humanidade. É a esse resultado que o Espiritismo conduz, superando a incredulidade todas as vezes que não encontra oposição sistemática e interessada.

                A fé cega não é mais desse século ! Ela deixa um vazio no Espírito, originando inquietações e dúvidas... Onde não houver questionamento e crítica, onde não houver debate transparente haverá dominação, ignorância, apatia e graves entraves à autonomia da razão humana e ao desenvolvimento espiritual da humanidade.

                Pretende ainda o Clero, que nos abstenhamos das comunicaçõescom o mundo Espiritual, porque Moisés proibiu a evocação dos "mortos". Moisés assim o fez para evitar o contato do povo hebreu com espíritos impuros que os cercavam. Assim sendo, não há o que se estranhar naquela proibição, quando não ignoramos que, hoje mesmo, só devemos nos expor em comunicação com o mundo invisível sob as rigorosas condições estabelecidas pela Doutrina Espírita, para não suceder que, em virtude da Lei de afinidade, espíritos inferiores venham influenciar nossas mentes.

                Para as inspirações dos clérigos, como para as dos médiuns,há um critério infalível : A consciência, que exerce a sua ação fiscalizadora por meio da razão, verdadeiro testemunho de Deus entre os homens.

                Apesar de tudo, não podemos deixar de mencionar as honradas exceções, as quais não se submeteram às imposições dogmáticas da Igreja. Podemos citar o Pastor Nehemias Marien que escreveu livros sobre a Reencarnação e a imortalidade da alma em termos muito favoráveis ao Espiritismo, como por exemplo : Jesus, A Luz da Nova Era, um livro polêmico, em função das posições assumidas pelo Pastor que revela uma imagem liberal e humana de Jesus de Nazaré; defende Teses a respeito da Reencarnação e prega a unidade das Religiões, e também, dentre outros, o Padre Católico François Brune ( o qual é referenciado com mais detalhes no atalho "Matérias Especiais", no Menu à esquerda ). Ele é adepto da Transcomunicação ( sistema que permite o contato com Espíritos, através de aparelhos eletrônicos ) e autor dos livros "Os Mortos nos Falam" e "Linha Direta do Além".

                Em todas as Religiões sempre haverá, e é bom que se lembre, justos representantes da moral evangélica, os quais dignificam os princípios que norteiam para o verdadeiro Cristianismo. E estes, movidos pela certeza de estarem cumprindo a missão de divulgar a Divina Palavra, devem ser reconhecidos pela autenticidade das atitudes que visam o benefício material e o progresso moral daqueles que, humildemente, buscam o amparo de que tanto necessitam.

                Finalmente, libertos como já nos achamos do terror dos anátemas, use cada um da sua inteligência, da sua razão e do seu livre-arbítrio e por si mesmo decida entre aceitar a fé cega preceituada por Padres e Pastores que não admitem o menor questionamento sobre aquilo que dizem, ou aceitar a Fé raciocinada e livre de imposições, emanada do equilíbrio e da razão.

Jefferson S. B.






" A ciência sem a religião é paralítica, e a religião sem a ciência é cega ".
( Albert Einstein )




" Podia perfeitamente imaginar ter vivido em séculos precedentes, onde encontrava perguntas que ainda não era capaz de responder, que teria de nascer de novo por não ter cumprido a tarefa que me havia sido designada."
( Carl Jung - Fundador da Escola Analítica de Psicologia. Responsável pela criação do termo "inconsciente coletivo" e pela ampliação das visões psicanalíticas de Freud )




" Lê-me, leitor, se encontras prazer em ler-me, porque muito raramente eu voltarei a este mundo."

( Leonardo da Vinci )




" Eu não creio no Deus que os homens fizeram, mas creio no Deus que fez os homens "

( François Marie Arouet.   Pseudônimo :   Voltaire,   Filósofo Francês )




" Não creiais em coisa alguma pelo fato de vos mostrarem o testemunho escrito de algum sábio antigo. Não creiais em coisa alguma com base na autoridade de mestres e sacerdotes. Aquilo, porém, que se enquadrar na vossa razão e, depois de minucioso estudo, for confirmado pela vossa experiência, conduzindo ao vosso próprio bem e ao de todas as outras coisas vivas : A isso aceitai como Verdade. Por isso, pautai a vossa conduta."

( Gautama Buda, 500 A.C. )




" Amigos são todas as almas que conhecemos em vidas passadas. Somos atraídos uns para os outros. Mesmo que os tenhamos conhecido apenas por um dia, isso não importa, pois é possível que antes nos tenhamos encontrado nalgum lado."

( George Harrison - Músico do Conjunto Musical The Beatles)




" Gênio é experiência. Alguns pensam que se trata de uma benção ou de um talento, mas na verdade é o fruto de uma longa experiência em muitas vidas passadas."

( Henry Ford - Industrial Americano, Fabricante dos Automóveis Ford )




"A Religião e Ciência não são contraditórias. A Ciência nos dá o conhecimento e a Religião nos dá o sentido. Ambos são pré-requisitos para uma existência decente".    "Invariavelmente Eu me pergunto como pessoas educadas podem ser tão cegas para não ver que a Ciência não faz nada além de explorar a criação de Deus."

( Professor Polonês Michael Heller, com formação em Filosofia e doutorado em Cosmologia )






Copie e cole no seu Site ou Blog :
DESAPARECIDOS

DivulgandoDesaparecidos.org





Acesse o C.E.I :

Conselho
Espírita
Internacional :

www.spiritist.org









IP



Licença Creative Commons

Renovação de Jefferson S.B está licenciado com uma Licença :
Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.




Voltar à Página Principal